Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2006

Nenúfar- Acrílico sobre tela.



Publicado por ricardo dias às 15:28
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2006

Violeiro- Acrílico sobre tela.



Publicado por ricardo dias às 18:16
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 10 de Fevereiro de 2006

Emilia Moreira. Acrílico sobre tela.



Publicado por ricardo dias às 09:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Ricardo Dias

Meu nome é Ricardo. Nasci na cidade do Rio de Janeiro em 1968. Desde criança eu adorava desenhar. Lembro-me de um desenho que fiz a giz, de uma casa muito simples com uma árvore ao lado e um sol em cima. Chamei minha mãe para ver e quando viu não acreditou, pensou que a empregada que estava a arrumar a casa tivesse desenhado aquilo. Acho que foi dai que eu comecei a melhorar os meus desenhos, para minha mãe acreditar em mim. Mais tarde com 13 ou 14 anos, disse a minha mãe que gostava de fazer um curso de desenho. Minha mãe então colocou-me numa escola de desenho. Mas não queriam me aceitar por causa da idade. Então pediram-me que desenhasse qualquer coisa, eu assim fiz e me aceitaram. Acho que não foi bom para mim, pois não estavam preparados para dar aulas para crianças. O professor não foi a favor da minha inscrição e por isso tinha pouca paciência. Assim fui desanimando até desistir. Vi então alguma coisa mudar. Passei a exigir mais de mim e desenhava com menos frequência. A alegria e a liberdade que a criança tem a desenhar eu fui esquecendo. Em alguns períodos da minha vida eu pegava num lápis e desenhava algumas coisas, lembrava-me de tudo isso e me arrependia de ter abandonado o meu sonho. Muitas coisas foram acontecendo na minha vida umas boas e outras mas. E uma das coisas boas foi que em 2004 conheci uma pessoa que tem mudado muito a minha vida. Peguei uma fotografia dela e resolvi desenhar um retrato. O resultado surpreendeu a mim e a todos a quem mostrei. Então voltei a desenhar.

Na vida e na pintura eu tenho me esforçado para aprender alguma coisa, não devemos esquecer nunca a sensibilidade e a simplicidade. Sinceramente acho que o artista só amadurece a sua obra, quando a evolução vem de dentro.

Sei que o caminho é longo e também sei que já perdi muito tempo, mas na vida temos de sonhar...e lutar pelos nossos sonhos. Muito obrigado por ter visitado meu blog.


Publicado por ricardo dias às 08:36
Link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 3 de Fevereiro de 2006

Ricardo Moreira



Publicado por ricardo dias às 17:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

.Mais sobre mim


. Ver perfil

. Adicionar como amigo

. 2 seguidores

Welcome to my blog. This blog is not dedicated to the design trade. It is a personal page whose sole purpose is to show my work and share it with those who appreciate. Your comment will be very important to me. Thank you.

.Posts recentes

. Reflexão 2

. Abstracto nº 2 (Acrílico ...

. Reflexão

. Auto-Retrato

. Dança inocente (Acrílico ...

. Auto Acento Multimedia -(...

. Ribeira (Acrílico sobre t...

. Priscila Dias (Acrílico s...

. Sem Título (Acrílico sobr...

. Patricia Dias (acrílico s...

.Arquivos

. Março 2010

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

.Analytics

.Pesquisar neste blog

 

.slide

online
SAPO Blogs

.subscrever feeds